How do I live
without the ones I love?
"A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão.” — Mario Quintana. online
1 2 3 4
© theme + detalhes 

Não coloque a mão no fogo por quem jogaria álcool em cima de você.


A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado,
a história de uma estrela
que não tinha namorado.

Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!

Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.

A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
— Amanheça, por favor!

Paulo Leminski


“Só tenha em mente que às vezes, o jeito como a gente pensa em alguém não é exatamente o jeito como a pessoa é.”
Cidades de Papel. 

“Corri ao meu quarto, e entrei atras de mim. Eu falava-me, eu perseguia-me, eu atirava-me á cama, e rolava comigo, e chorava, e abafava os soluços com a ponta de lençol. Jurei não ir ver Capitu aquela tarde, nem nunca mais, e fazer-me padre de uma vez. Via-me já ordenado, diante dele, que chorava de arrependimento e me pediria perdão, mas eu, frio e sereno, não teria mais desprezo, muito desprezo, voltava-lhe as costas. Chamava-lhe perversa. Duas vezes dei por mim mordendo os dentes como se a tivesse entre eles.”
Dom Casmurro

“Por que as rosas se calam no inverno, amor?
Por que as pétalas caem no outono,
e o cheiro delas ficam mais fortes
nos dias primaveris?
Por que será?
Não usaram fertilizantes,
mas brotou ali, naquele canteiro,
uma rosa avermelhada.
Da cor da paixão, do sangue
que percorre tuas veias.
Pois meu bem, a flor é a personificação
de um amor duradouro,
que nem o tempo ousa desgastar.”
Clarividente

Adoro quando me falam : “Só você mesmo…”


to vendo vc me mandar convite no facebook e me ignorar quando eu for falar cntg



“Entre a minha casa e a tua,
há uma ponte de estrelas.
Uma ponte de silêncios.”
Mário Quintana   

“Pode alguém roubar a felicidade?”
A menina que roubava livros.

“Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem. Ela tinha um namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuvas, eu era a garoa e ela, um furacão.”
Quem é você, Alasca? 

“Fui à biblioteca e tentei encontrar livros sobre o que fazia com que as pessoas se sentissem do jeito que eu estava me sentindo, mas os livros não estavam lá, ou, se estavam, eu não podia compreendê-los. Ir até a biblioteca não era nada fácil: todos pareciam tão confortáveis, os bibliotecários, os leitores, todos menos eu.”
Charles Bukowski

“Olhos fechados pra te encontrar, não estou ao seu lado, mas posso sonhar. Aonde quer que eu vá, levo você no olhar.”
Os Paralamas do Sucesso.